Quando o cinema de língua francesa ensina (parte 1)

As escadas do Brasil doméstico para as próximas gerações
outubro 26, 2015
Quando o cinema de língua francesa ensina (parte 2)
dezembro 4, 2015
Exibir tudo

Quando o cinema de língua francesa ensina (parte 1)

Sou apaixonado pela sétima arte e sempre acreditei que ela pode ser um instrumento saboroso de aprendizagem. Tenho uma tendência a gostar mais dos filmes franceses. Então, fiz uma lista de filmes franceses (ou que pelo menos tivesse a produção compartilhada) dos últimos 15 anos que podem ajudar psicólogos e leigos a desenvolverem uma autoestima saudável ou ensinar práticas culturais mais saudáveis. Você vai constatar que a maioria dos filmes citados envolvem relacionamentos íntimos ou profundos.

Segue a lista:

Filme: O garoto da bicicleta (2013).

Título de origem: Le gamin au vélo.

2011-472658080-2011111012271.jpg_20111110

Resumo da história: criança órfã que luta intensamente e de diversas formas em busca do encontro com o pai que não a quer. Uma mulher acolhe o menino e tenta ajudá-lo.

Problemas abordados: carência afetiva, abandono e rejeição, controle coercitivo, delinquência juvenil, orfandade, comportamento desafiador opositivo, transtorno desafiador opositivo.

Soluções e ensinamentos: Amor incondicional, amizade, sensibilidade e maternidade.

Obs.: algumas cenas do filme lembram as cenas do clássico “Os incompreendidos” de François Truffaut. A atuação do menino é de gente grande. Este filme é uma produção belga-francesa.

_______________________________________________________________

Filme: Os intocáveis (2012).

Título original: Intouchables.

091

Resumo da história: Um homem está infeliz porque ficou tetraplégico e encontra um funcionário diferente de qualquer padrão adequado francês. Eles constroem uma amizade bonita onde ambos vão aprender um com o outro.

Problemas ou temas abordados: deficiência física, dificuldades afetivas, problemas de relacionamento e depressão.

Soluções e ensinamentos: Amizade, sensibilidade, habilidades sociais, espontaneidade, responsabilidade e humor.

______________________________________________________________

Filme: Minhas tardes com Margueritte (2011).

Título original: La Tête en friche.

minhas tardes com margueritte

Resumo da história: Um homem com dificuldades de leitura e escrita e que sempre desejou aprender a ler, faz amizade com uma senhora que o ensina. Os dois de alguma maneira se ajudam mutuamente e constroem um relacionamento afetivo.

Problemas ou temas abordados: dificuldade na relação mãe-filho, controle coercitivo, déficit cognitivo, bullying, dificuldades escolares.

Soluções e ensinamentos: Amizade, sensibilidade, habilidades socio-afetivas, estratégias de ensino.

_________________________________________________________________

Filme: Entre os muros da escola (2008).

Título original: Entre les Murs.

20293691

Resumo da história: Um professor tenta de diversas maneiras seduzir seus alunos para que gostem de sua disciplina e pra isso ele usa estratégias emocionais e respeita a história de vida de cada aluno. Apesar disso essa trajetória é muito exaustiva porque os alunos tem origem familiar complicada.

Problemas ou temas abordados: dificuldade em lidar com alunos da periferia, estresse do professor, controle coercitivo.

Soluções e ensinamentos: Orientação educacional, autoridade, modelo afetivo, variabilidade comportamental, persistência, empatia.

Obs.: O filme é um pouco cansativo de assistir em alguns momentos principalmente porque produz a sensação real de estar em um ambiente escolar pouco reforçador para o professor em que a paciência se torna a única solução possível.

____________________________________________________________

Filme: Samba (2014).

Título original: Samba.

samba

Resumo do filme: Um imigrante com problemas com a Justiça quer permanecer na França para isto precisa seguir alguns regulamentos para ser aceito no país. Tal burocracia faz ele encontrar uma mulher com problemas de outra natureza. Daí nasce uma relação interessante onde ambos podem perder ou ganhar.

Problemas ou temas abordados: preconceito, discriminação, xenofobia, pobreza, desigualdade social, imigração, estresse, Síndrome de Burnout.

Soluções e ensinamentos: Amizade, respeito, humor, lidar com a diversidade cultural e ver além dos preconceitos.

Obs.: O filme faz menção aos brasileiros e a cultura brasileira. Não é um filme cult, está mais para um filme light. No entanto, a película toca em um assunto muito atual: a chegada dos imigrantes na Europa devido aos conflitos de seus países e a recepção dos europeus.

_______________________________________________________

Filme: O Fabuloso destino de Amélie Polain (2001).

Título original: Le fabuleux destin d’Amélie Poulain.

i_like_to_look____by_tillieke-d4u06qc

 Resumo do filme: É um filme mundialmente assistido e premiado. Tem uma fotografia linda porque mostra alguns pontos turísticos de Paris, principalmente a região do bairro de Montmartre, onde está o cartão postal: a igreja de Sacre coeur. A trilha sonora é quase toda instrumental e sem a participação de instrumentos elétricos como a guitarra dando um ar de nostalgia de uma França ainda romântica. Além disso, o filme conta com um roteiro cheio de combinações de cenas surreais que se encadeiam de forma mágica e natural, surpreendendo quem assiste. O filme também retrata de forma leve e bem humorada a dureza da vida de algumas pessoas que não tiveram a sorte de ter pais afetuosos ou ter desenvolvido habilidades sociais. Mostra também o mundo do tímido e a incompreensão de uma sociedade que frequentemente crítica e não respeita o espaço dele. O filme é marcado ainda por diversos desencontros amorosos, pelo medo do envolvimento social e por muitas pitadas de esperança e humor.

Problemas ou temas abordados: Timidez, fobia social, bullying, falta de repertório assertivo.

Soluções e ensinamentos: Este filme é uma aula sobre a importância da amizade, da preocupação e ação para ajudar pessoas – algo tão fora de moda nos dias de hoje, da dificuldade que o tímido tem de enfrentar a exposição social e sobre a esperança no amor. É um filme emocionante e belo porque fala do básico: a importância da conexão afetiva entre pessoas para uma vida saudável. Além disso o filme fala sobre a importância do enfrentamentos dos próprios medos.

Obs.: É uma daquelas películas que gosto de indicar para incentivar a assistir filmes alternativos (fora do circuito convencional de cinema).

__________________________________________________________________

Filme: Como bons velhos amigos (2011).

Título original: Et si on vivait tous ensemble?

zzjuntos2

Resumo do filme: O filme é contado de forma bem humorada, sincera e sensível. Nele acontece a história de um grupo de melhores amigos de longa data (há mais de 40 anos) que se mantém fiéis na amizade (com exceção de algumas passagens) e um rapaz sedento por aprender sobre relacionamentos na terceira idade para um trabalho da universidade. O enredo envolve um fotógrafo solteirão aposentado que adora sair com jovens garotas de programa, outro que tem uma doença neurodegenerativa e por isso tem problemas de perda de memória recente, outro ainda que é um eterno comunista (perfil opositor) e que entra em diversas confusões políticas e de opiniões e uma mulher que esconde sua doença terminal. Todos tem uma personalidade particular e fascinante. Quando eles começam a ficar muito velhos o asilo surge como uma solução complicada para alguns deles e depois de algumas discussões decidem morar juntos. Na história, há dois casos extraconjugais entre os amigos que são descobertos e produz muito incômodo, problemas decorrentes de morar juntos, tabus da sexualidade na terceira idade e outros desdobramentos. A amizade se mantém apesar das intempéries da vida deles. Um dos pontos legais do filme é que há um respeito mútuo pelas diferenças. Em uma história em que cada personagem tem um problema particular todos se unem para se ajudar de alguma forma.

Problemas ou temas abordados: Problemas decorrentes do envelhecimento.

Soluções e ensinamentos: É um filme muito bonito porque retrata o valor e a importância das verdadeiras amizades. Entrega, compromisso, parceria, tolerância e empatia são alguns dos ingredientes nítidos neste filme. Ingredientes muito raros nas relações dos dias atuais. O filme ensina também que a amizade não é exclusiva ou excludente. Todo mundo pode ter mais de um amigo.

Obs.: O filme ainda conta com a atriz norteamericana Jane Fonda que atua brilhantemente. O belo elenco principal é formado por três franceses, duas norteamericanas e um germanoespanhol.

_________________________________________________________________

 Filme: A delicadeza do amor (2011).

Título original: La Délicatesse.

eHJ0NmpkMTI=_o_la-delicatesse-trailer-greek-subtitles

Resumo do filme: Nathalie tem uma vida maravilhosa. Ela é jovem, bonita e tem o casamento perfeito. Mas quando seu marido morre num acidente, seu mundo vira de ponta cabeça. Nos anos seguintes, ela foca em seu trabalho, deixando seus sentimentos de lado. Então, de repente, sem mesmo entender o porquê, ela beija o homem mais inesperado? Seu colega de trabalho, Markus. Esse casal incomum embarca numa jornada emocional; uma jornada que suscita todos os tipos de questões e hostilidade no trabalho. Podemos de fato escolher a maneira de redescobrir o prazer de viver? Maravilhados com o amor récem-descoberto, Nathalie e Markus acabam fugindo para dar uma chance ao relacionamento dos dois.

Problemas ou temas abordados: status social, luto, perdas, aparência, relacionamento amoroso, imprevisibilidade e incontrolabilidade da vida.

Soluções e ensinamentos: Esta é uma história de renascimento, mas é também um conto sobre a singularidade do amor. Um relacionamento marcado pelos detalhes, pela sensibilidade, pelo conteúdo e pela possibilidade do amor além do preconceito. Da aceitação que a vida é imprevisível e incontrolável. De que pequenos gestos tem muito valor no relacionamento amoroso.

Obs.: Se você gosta de romances norteamericanos, você provavelmente não vai gostar deste filme. Como o próprio nome diz é preciso sensibilidade para observar nas entrelinhas.

_____________________________________________________________________

 Filme: O capital (2013).

Título original: Le capital.

cena-do-filme-o-capital-de-constantin-costa-gavras-1380629017298_956x500

Resumo do filme: “O Capital” retrata a ascensão de Marc Tourneuil, um empresário sem escrúpulos, à direção de um dos mais importantes bancos europeus. Sob o mote “continuaremos a roubar aos pobres para dar aos ricos”, o realizador desvenda alguns dos jogos de poder que garantem o aumento de capital e constante enriquecimento dos bancos. Com argumento e realização do aclamado realizador grego Costa-Gavras (“Missing – Desaparecido”, “Golpe a Golpe”, “Paraíso a Oeste”), um drama que pretende expor as origens e consequências da crise económica e a responsabilidade moral das instituições bancárias nas vidas do cidadão comum.

Problemas ou temas abordados: Capitalismo, liberalismo, poder, dinheiro, vaidade, prostituição, jogo de interesses, manipulação.

Soluções e ensinamentos: Conhecimento sobre o mundo dos poderosos no sistema capitalista. Os padrões de comportamentos lembram a de pessoas acometidas de Transtorno de Personalidade Antisocial (mentira, sedução, falta de ética, obstinação por dinheiro e poder…).

Obs.: É um filme muito superior ao “lobo de Wall Street” de Oliver Stone devido aos diálogos profundos.

____________________________________________________________________

Filme: A riviera não é aqui (2010).

Título original: Bienvenue chez les Ch’tis.

A_Riviera_Nao_e_Aqui_papo_de_cinema_2

Resumo do filme: Na trama do filme, para agradar sua esposa deprimida, o diretor de agência de correios Philippe tenta uma transferência para a bela e famosa Riviera Francesa. O local é disputadíssimo e ele resolve usar de um contestável subterfúgio para facilitar as coisas. A desastrosa tentativa, porém, resulta em uma “transferência disciplinar” para a desconhecida, fria e chuvosa cidade de Bergues, no norte da França. E Philippe parte, desesperado, em direção à barbárie. Ainda que deva ter muito mais graça em seu país de origem, pelo sotaque peculiar que só os francófonos percebem (a legenda em português tenta na medida do possível adaptá-lo), A Riviera Não é Aqui consegue ser engraçado também do outro lado do Atlântico. Merad e Boon (que escreveu o roteiro, dirigiu e atua) têm o timing de grandes duplas de humor e as piadas, meio físicas mas em sua maioria centradas nas diferenças culturais e idiomáticas entre o norte e o sul da França, encontram facilmente par nos próprios desentendimentos regionais brasileiros.

Problemas ou temas abordados: preconceito, imprevisibilidade e incontrolabilidade da vida.

Soluções e ensinamentos: o valor da amizade, a importância dos sonhos e da simplicidade e a importância de levar a vida mais leve com mais humor.

Obs.: é uma comédia muito saborosa de assistir. É uma das minhas comédias francesas preferidas.

_________________________________________________________

Filme: Amor (2012).

Título original: Amour.

amor

Resumo do filme: História tem como foco os idosos Georges e Anne, um casal que parece diferenciado, especial talvez (o fato de estarem unidos, mesmo com a idade avançada, já é um mérito a ser celebrado em nossa sociedade de relacionamentos descartáveis). Suas interações e diálogos são muito inteligentes, ambos demonstram autonomia e total controle de suas vidas. Ela, uma ex-professora de piano, possui vitórias pessoais, um pupilo que conquistou fama internacional… e por este caminho segue a construção dos personagens.

Mas em uma noite como outra qualquer, surge então aquela fração de segundos em que tudo muda. Anne se torna, dolorosamente, uma vítima de sua idade, que lhe ataca com um provável derrame (o roteiro opta por não esclarecer exatamente do que se trata a doença, apesar de certa obviedade). A saúde física e mental da mulher se deteriora de maneira acentuada, e seu marido, dono de uma personalidade no mínimo heroica, assume o cargo moral de ajudá-la da melhor forma que lhe for possível.

Problemas ou temas abordados: envelhecimento, morte

Soluções e ensinamentos: companheirismo e ternura no envelhecimento, tolerância a frsutração, compreensão sobre as várias formas de amar, dignidade do enfermo e da morte.

Obs.: É um filme pesado, há muitos momentos de sofrimento e o filme pode ser muito parado para muitas pessoas que não gostam de filmes cults. Outro ponto interessante é que o cineasta tem formação em Psicologia e por isso seus diálogos são muito densos.

____________________________________________________________________

Filme: Tomboy (2012).

Título original: Tomboy.

Tomboy-2011-FRENCH-DVDRip.avi_snapshot_00.11.26_2012.01.25_22.25.13

Resumo do filme: o filme trata da história de uma menina de dez anos, Laure (Zoé Héran), que tem comportamentos e maneiras de se vestir tipicamente relacionadas ao gênero masculino. A mãe de Laure está em período final de gestação, o pai é bastante atencioso, apesar de trabalhar fora o dia inteiro, e a irmã menor, Jeanne (Malon Levana), é um poço de animação e carinho para com Laure.

Problemas ou temas abordados: comportamento ético (mentira), sexualidade, práticas culturais, desrespeito a identidade sexual, bullying, relacionar inadequadamente sexualidade com caráter.

Soluções e ensinamentos: aceitação, afetividade, comportamento ético, respeito a identidade sexual, conscientização que caráter não tem haver com sexualidade.

Obs.: a atuação da protagonista e da irmã é um espetáculo a parte.

___________________________________________________________________

Filme: o artista (2011).

Título original: The artist.

video-artist-anatomy-articleLarge-v21

Resumo do filme: O filme francês “O artista” conta uma história de 1927, que tem como protagonista George Valentin, um famoso ator de cinema mudo, adorado pelas fãs e que vive na capa dos jornais. Ao fazer poses na porta do teatro onde estreia um filme estrelado por ele, o ator não nota a presença da jovem Peppy Miller. Ela, desajeitada, se esbarra no galã, que sabe tirar proveito da situação e aparece em várias fotos ao lado da garota.

Uma das cenas mais bonitas e marcantes é aquela em que Valentin começa a escutar o som dos objetos e até do latido do seu inseparável cachorrinho. Porém, ele não desiste do filme silencioso e investe todas as economias num projeto próprio, que acaba apagado pelo sucesso de mais uma produção estrelada por Peppy Miller, que agora é uma estrela do cinema falado. Sua vida então vem abaixo: perde a esposa, não consegue mais trabalhar e é obrigado a vender todos os objetos pessoais. Vive no ostracismo e na depressão.

Problemas ou temas abordados: Quando um artista faz muito sucesso durante certo tempo, ele é valorizado incessantemente na mídia, sua imagem fica onipresente, e em razão da mudança de ventos da fama, esse artista sente o esquecimento e o isolamento. A maioria dessas pessoas entra em depressão. O filme também retrata a rigidez de algumas pessoas para um Mundo que muda e sobre os riscos da vaidade.

Soluções e ensinamentos: Persistência, humildade, aceitar a ajuda dos outros, adaptar-se as mudanças da vida.

___________________________________________________________________

Filme: Uma nova amiga (2014).

Título do filme: Une Nouvelle Amie.

franc3a7ois-ozon

Resumo do filme: Claire cresceu grudada na melhor amiga, Laura. Claire sempre esteve à sombra de Laura, uma presença mais solar e expansiva que capturava os olhares por onde passava, deixando a outra como coadjuvante. Quando Laura morre, Claire assume o compromisso de dar apoio à filha e ao marido da amiga, David (Romain Duris). Porém, tem uma grande surpresa quando aparece de sopetão na casa deles e vê o sujeito de vestido, maquiagem e peruca. David revela que tinha o costume de se vestir de mulher desde antes do casamento e agora, após o falecimento da esposa, a vontade voltou de forma arrebatadora.

A princípio, a relação de amizade das duas personagens se fortalece como forma de manter a lembrança de Laura viva entre elas. Porém, enquanto David, que passa a viver também com o codinome Virginia, fica cada vez mais à vontade com sua identidade, Claire entra num turbilhão de questionamentos. É como se ela, agora já sem Laura por perto, também buscasse em si a mulher que não pôde ser enquanto era eclipsada. O filme retrata isso aumentando o tom do suspense e incluindo fantasias eróticas na mente da personagem.

Problemas ou temas abordados: Identidade de gênero, sociedade preconceituosa e intolerante, preconceito com a identidade de gênero, intolerância familiar, maternidade e identidade de gênero, bullying, práticas imorais (verdade e mentira).

Soluções e ensinamentos: Liberdade para expressar sua identidade sexual, amizade verdadeira.

Obs.: A história é muito envolvente. É um dos melhores filmes sobre o tema identidade de gênero que existe. O filme retrata o tema sem ser piegas ou fazer uma caricatura grotesca da homossexualidade, sem usar rótulos ou clichês. O cineasta foi feliz porque soube problematizar de modo genial as questões de gênero.

_____________________________________________________________________

Filme: Eu, mamãe e os meninos (2014).

Título original: Les garçons et Guillaume, à table!

 les-garcons-et-guillaume-a-table

Resumo do filme: Guillaume, o personagem em busca de sua sexualidade, passa o tempo observando as pessoas, seus gestos, suas entonações verbais, a forma de andar e de se vestir para melhor imitá-las, representá-las. A narrativa mostra um filho fragilizado assumindo uma identidade sexual que não parece ser a sua, mas aquela que esperavam que ele tivesse, que procura corresponder à expectativa que tinham dele e que ele aceita, esperando agradar e ser reconhecido pelos outros. A descoberta de uma identidade sexual diferente daquela que lhe haviam forjado surpreende e choca a família.

Problemas ou temas abordados: Identidade de gênero, sociedade preconceituosa e conservadora, preconceito com a identidade de gênero, pais, identificação e gênero, sentimentos de culpa, práticas imorais (verdade e mentira).

Soluções e ensinamentos: Desenvolvimento de habilidades de enfrentamento, modificação de crenças que valorizem os próprios desejos e diminuam o sentimento de culpa, descoberta da própria sexualidade. A descoberta da sexualidade serve também de marco zero de  independência, de maturidade, na medida em que significa a ruptura do cordão umbilical que une a família. Neste caso, o indivíduo deixa de ser a marionete de sua família e pode fazer suas próprias escolhas.

Obs.: O protagonista interpreta dois papeis de forma magistral, o dele enquanto filho e o da sua mãe. O filme foi muito premiado pelo mundo ganhando o principal festival francês de cinema.

__________________________________________________________

Filme: Stella (2008).

Título original: Stella.

filme-stella2

 Resumo do filme: O filme “Stella”, de Sylvie Verheyde (filme autobiográfico), conta a história de Stella, uma menina de 11 anos, que está passando por uma fase de transições emocionais e afetivas. Seus pais que passam por uma crise no casamento e são proprietários de um bar decadente, um refugio para a classe trabalhadora de baixa renda e para desempregados, que caem na bebida, fazem apostas, jogam, xingam, se agridem fisicamente, falam de futebol e outras amenidades. No andar de cima do bar moram diversas pessoas desajustadas socialmente. A menina vive neste ambiente perturbador.
Ela não consegue se adaptar em seu novo colégio porque não tem repertório para lidar com esse novo ambiente. Sua família não orienta em seus estudos (apenas cobra dela resultados) o que a desinteressa completamente. As pessoas são abastadas e esnobes e ela não suporta as humilhações dos professores e amigos por causa de sua origem e suas dificuldades de aprendizagem. O que vai despertar na garota comportamentos agressivos como forma de proteção. Além disso, tudo parece conspirar contra o futuro sadio da menina.

Problemas ou temas abordados: Dificuldade de aprendizagem, controle coercitivo familiar, abandono e rejeição, irresponsabilidade parental.

Soluções e ensinamentos:  O filme retrata o abandono de uma menina em um ambiente familiar desestruturado, hostil e a possibilidade de salvação através da leitura e da amizade de algumas pessoas generosas.

Obs.: No filme há momentos bastante marcantes: paixão pré-adolescente, um novo disco, o assédio sexual, as brincadeiras de infância, uma troca de papel de parede, a descoberta dos prazeres da leitura e o apoio de alguns professores. A protagonista esbanja de interpretação.

________________________________________________________________

Filme: Hannah Arendt (2012).

Título original: Hannah Arendt.

562326_739428302738249_222623549_n

Resumo do filme: Hannah Arendt (Barbara Sukowa) e seu marido Heinrich (Axel Milberg) são judeus alemães que chegaram aos Estados Unidos como refugiados de um campo de concentração nazista na França. Para ela a América dos anos 50 é um sonho, e se torna ainda mais interessante quando surge a oportunidade dela cobrir o julgamento do nazista Adolf Eichmann para a “The New Yorker”. Ela viaja até Israel, e na volta escreve todas as suas impressões e o que aconteceu, e a revista separa tudo em 5 artigos. Só que aí começa o verdadeiro drama de Hannah: Ela mostra nos artigos que nem todos que praticaram os crimes de guerra eram monstros, e relata também o envolvimento de alguns judeus que ajudaram na matança dos seus iguais. A sociedade se volta contra ela e a “New Yorker”, e as críticas são tão fortes que até mesmo seus amigos mais próximos se assustam. Hannah em nenhum momento pensa em voltar atrás, mantendo sempre a mesma posição, mesmo com todo mundo contra ela.

Problemas ou temas abordados: Holocausto, sociedade punitiva, hipocrisia, responsabilidade humana, legitimidade da tortura, jurisdição.

Soluções e ensinamentos: Persistência, autocontrole, força feminina, ética, desenvolvimento de discurso filosófico, ensinamento do comportamento governado por regras (seguir ordens sem questioná-las).

Obs.: Eu achei o filme fascinante, embora o seu estilo expositivo possa não agradar a alguns. A inclusão de imagens de arquivo do julgamento de Eichmann é arrepiante, enquanto ele professa a inocência pelas mortes de 6 milhões de pessoas. A produção deste filme é parcialmente francesa. Mas a língua de origem é alemã.

______________________________________________________________

Filme: Dois dias para esquecer (2008).

Título original: Deux jours à tuer.

2-jours-a-tuer-3

Resumo do filme: Aos 42 anos, Antoine é um publicitário de sucesso, casado com Cécile, de quem tem dois filhos, vive numa bela casa e tem tudo para ser feliz. Mas, num fim-de-semana como outro qualquer, Antoine sente que nada faz sentido e inicia um processo de autodestruição, arrasando com tudo o que tinha construído até aí: desde a sua vida profissional até cada uma das suas relações afetivas. Para surpresa de todos, durante um jantar na sua casa de campo, mostra-se rude e intransigente, insultando cada um dos presentes. Acaba por expulsá-los e, depois de uma terrível e definitiva conversa com a mulher, abandona a sua casa e tudo o que ela significa. Em apenas dois dias, Antoine, um homem comum, destrói todas as bases da sua vida.

Problemas ou temas abordados: doença terminal, mudanças drásticas, autodestruição, sentimentos negativos fortes, finitude humana, existencialismo, comportamento agressivo, hipocrisia social, mentira, imprevisibilidade e incontrolabilidade.

Soluções e ensinamentos: Reconciliação, perdão, conhecimento sobre a hipocrisia de uma sociedade conservadora.