Quando o cinema de língua francesa ensina (parte 2)

Quando o cinema de língua francesa ensina (parte 1)
novembro 10, 2015
Depoimento de Adélia Prado sobre Transtorno Bipolar
maio 6, 2016
Exibir tudo

Quando o cinema de língua francesa ensina (parte 2)

Sou apaixonado pela sétima arte e sempre acreditei que ela pode ser um instrumento saboroso de aprendizagem. Tenho uma tendência a gostar mais dos filmes franceses. Então, fiz uma lista de filmes franceses (ou que pelo menos tivesse a produção compartilhada) dos últimos 15 anos que podem ajudar psicólogos e leigos a desenvolverem uma autoestima saudável ou ensinar práticas culturais mais saudáveis. Você vai constatar que a maioria dos filmes citados envolvem relacionamentos íntimos ou profundos. Este post é a segunda parte, caso queira ver a primeira lista de filmes clique em: Mais filmes franceses

Segue a nova lista de filmes de língua francesa:

Filme: As bicicletas de Belleville (2003).

Título original: Les Triplettes de Belleville.

bicicletas-de-bellevile

Resumo da história: A ação é centralizada na figura de Champion, um menino parisiense tímido, solitário, adotado pela sua avó portuguesa, Madame Souza. É esta lacônica Madame Souza que descobre que o garoto é apaixonado por bicicletas. Com a determinação de um Felipão enfurecido, ela faz o possível e o impossível para que o menino faça juz ao seu nome – Champion – no concorrido mundo das corridas de bicicletas, uma paixão européia. Porém, durante o badalado Tour de France, Champion é sequestrado por dois estranhos homens que querem utilizar a poderosa força motriz de suas pernas de atleta para propósitos nada nobres.

Problemas abordados: Modo de vida inadequado do norte-americano (comer em demasia e comidas pouco saudáveis), o sacrifício dos atletas, sonhos, infância desorientada, mundo capitalista e seus efeitos colaterais. A metrópole mostrada no filme funciona como uma alegoria do mundo pós-moderno, nela e em seus habitantes é possível perceber representações de costumes e comportamentos típicos de nossa sociedade, dentre eles a ganância, o apego aos bens materiais, a falta do amor fraternal e a necessidade de ser bem sucedido a qualquer custo (sociedade do sucesso).

Soluções e ensinamentos: Crítica a sociedade de consumo e aos valores que a sustentam, Companheirismo, amizade, iniciativa, problema do excesso de dedicação e da disciplina (comportamento governado por regras), senso de coletividade, a relação inversamente proporcional de prazer e excesso de obrigação ou cobrança de si mesmo. Neste último caso, alegria que ele experimentara ao ganhar a bicicleta desaparece à medida que o esporte deixa de ser uma diversão para se tornar apenas uma busca por títulos. O filme apresenta um olhar realista e pessimista do mundo atual.

Obs.: É uma belíssima animação e um roteiro que prende a atenção e cheio de ironias e de humor. Os personagens são muito caricatos e expressivos. Em relação ao nome do filme, a tradução literal do filme seria “As Trigêmeas de Belleville”, referência a três estrelas musicais dos anos 30 que ajudam Madame Souza na incansável busca pelo filho raptado. Este longa trata-se de uma excelente estreia no longa-metragem do roteirista e diretor Sylvain Chomet que, além de duas indicações ao Oscar (a canção original do início do desenho também foi indicada), ainda ganhou um César e vários prêmios em festivais internacionais.

_________________________________________________________________

Filme: A culpa é do Fidel (2006).

Título original: La Faute à Fidel!

fidel1

Resumo da história: Na Paris de 1970, Anna, de nove anos de idade, linda, caprichosa e sempre com os cabelos perfeitamente penteados, leva uma vida de princesa. Ela mora em uma mansão com seus pais, Fernando (Stefano Accorsi) e Marie (Julie Depardieu), o irmão de cinco anos, François (Benjamin Feuillet), e a babá, Filomena (Marie-Nöelle Bordeaux), uma exilada cubana. Anna come do bom e do melhor e se diverte brincando em seu imenso jardim.

Com a chegada de Marga (Mar Sodupe), sua tia, tudo muda na vida de Anna. Com um pano de fundo no qual figuram Franco, De Gaulle e Salvador Allende, Anna vai percebendo que há uma cisão clara entre o que seus pais pensam e o que seus avós e sua babá – seus verdadeiros provedores de afeto e carinho – acreditam.

Problemas abordados: Ingenuidade, alienação política, Guerra fria, ateísmo, quebra de valores, práticas culturais políticas, Ditadura, manifestações populares.

Soluções e ensinamentos: Ensino sobre sentimentos e atitudes associadas à justiça, compaixão, contestação e solidariedade, ideologia política de esquerda e de direita, autoconhecimento, conhecimento sobre o Mundo e amadurecimento.

Obs.: Este longa tem cenas densas, impactantes e divertidas. A performance da protagonista é não menos do que perfeita em todas as cenas dos quase 100 minutos de sua duração, segundo o diretor, ela foi selecionada entre 1000 crianças entrevistadas. 

___________________________________________________________________

Filme: Camille Claudel, 1915 (2013).

Título original: Camille Claudel, 1915.

Camille

Resumo da história: Inverno, 1915. Contra a sua vontade, a escultora Camille Claudel (Juliette Binoche) é internada pelos familiares em um asilo psiquiátrico mantido por religiosas, e permanece durante anos na instituição, sem poder sair. Ela afirma várias vezes que está perfeitamente sã, mas desenvolve uma mania de perseguição, acreditanto que seu ex-amante Auguste Rodin conspira contra ela, e que todos no asilo tentam envenená-la. Camille passa os dias cercada por internos com deficiências mentais e surtos psicóticos graves, não tendo ninguém com quem conversar. Sua única esperança é uma carta enviada clandestinamente ao irmão Paul (Jean-Luc Vincent), implorando por sua liberação. Quando Paul confirma que vai visitá-la, Camille aguarda com impaciência a oportunidade de mostrar ao irmão que pode viver em sociedade.

Problemas abordados: o ambiente insalubre dos manicômios, efeitos do encarceramento, direitos desiguais entre homens e mulheres. O filme também faz críticas a religião cristã devido aos métodos coercitivos que usa.

Soluções e ensinamentos: A importância de repensar os tratamentos em ambientes fechados para doenças em mentais, a possibilidade da saúde psicológica sem religião.

Obs.: É um filme biográfico.

________________________________________________________________

Filme: Coco antes de Chanel (2009).

Título original: Coco avant Chanel.

audreytatouascocochanelcopy

Resumo da história: O filme mostra como Gabrielle Chanel foi de uma pobre órfã a uma das mulheres mais respeitadas no mundo. E como ela inventou um estilo que viraria a alta moda para muitas gerações. Gabrielle Chanel foi cantora de cabaret, costureira e o começo de sua carreira criando chapéus para as atrizes de Paris. O filme tenta mostrar o que inspirou a mulher que mais influenciou a moda na história.

Problemas abordados: Problemas de relacionamento amoroso, arrogância, relacionamento extra-conjugal, mundo da moda, direitos desiguais entre homens e mulheres (sociedade machista).

Soluções e ensinamentos: Criatividade, variabilidade comportamental, força feminina, quebra de tabus.

Obs.: O filme não é bom. O roteiro não é bom. Vale assistir apenas para ter uma ideia da vida da artista.

_________________________________________________________________

Filme: Aconteceu em Saint Tropez (2012).

Título original: Des gens qui s’embrassent.

filmes_5065_Aconteceu-em-Saint-Tropez-16

Resumo da história: O enterro da mulher de Zef caiu bem no dia do casamento da filha de Ronie. Isso só agrava o conflito entre os dois irmãos, já separados por tudo na vida: trabalho, dinheiro, posição social, mulheres, religião… O que os une: o velho pai com Alzheimer e suas duas filhas que se adoram. Entre Londres, Paris, Saint-Tropez e Nova York, brigas, confrontos e traições fazem explodir a harmonia familiar. Porém, graças a esses conflitos, uma reconciliação caótica e inesperada fará surgir uma grande história de amor.

Problemas abordados: Conflito familiar, mágoa, conflito entre irmãos, repertório social, disputas amorosas simultâneas.

Soluções e ensinamentos: Perdão, amizade, afetividade.

Obs.: É um filme do tipo sessão da tarde. Muito fácil de assistir e mais fácil ainda de esquecer. O filme conta com a atuação da linda italiana Monica Bellucci.

____________________________________________________________

Filme: O pequeno Nicolau (2010).

Título original: Le Petit Nicolas.

126917

Resumo da história: Nicolau é um menino tranquilo, feliz, que sempre teve o amor dos pais e viveu cercado por amigos. Mas sua vida está prestes a mudar. Após entender errado uma conversa dos pais, o menino passa a acreditar que terá um irmãozinho. Em pânico, Nicolau teme ser desprezado e abandonado na floresta. Ele reúne os amigos para resolver o problema.

O filme também retrata que todo o “clube do bolinha” é classificado e estereotipado cada um por suas características mais marcantes, algo muito comum no mundo infantil que geralmente se resume às primeiras impressões. Alceste (Vicent Claude), o gordinho que quer ser ministro para poder saborear os banquetes oficiais; Geoffroy (Charles Vaillant), o riquinho que tem como principal passatempo comprar todo os tipos de fantasia; Clotário (Vitor Carles), o desprivilegiado intelectualmente; Eudes (Benjamin Averty), que sonha em ser bandido quando crescer; Rufus (Germain Petit Damico) que almeja ser policial como seu pai, e por fim, Agnan (Damien Ferdel), o nerd e dedo-duro da turma.

Problemas abordados: Desenvolvimento infantil, perdas, fantasias infantis, magia da infância, ingenuidade, problemas de aprendizagem.

Soluções e ensinamentos: Conhecimento sobre a infância e suas descobertas, espírito de equipe.

Obs.: O longa se tornou o maior sucesso comercial da França de 2010, levando 5 milhões de espectadores ao cinema. O filme retrata a infância de uma maneira saborosa.

___________________________________________________________

Filme: A família Bélier (2014).

Título original: La famille Bélier.

belier

Resumo da história: Todos os elementos da família Bélier sofrem de surdez, exceto Paula, a filha adolescente. Desde pequena que se habituou a ser porta-voz de cada um deles, fazendo a ponte de comunicação com o resto do mundo. A vida deles é simples e feliz. Graças à ajuda de Paula, a sua surdez nunca foi incapacitante. Mas tudo muda quando o professor de música de Paula descobre o seu enorme talento para cantar e a incita a participar num prestigiado concurso em Paris (França). Para uma adolescente comum, tudo seria relativamente simples mas, para Paula, esta decisão implica deixar a família entregue a si mesma. Sentindo-se dividida entre aquilo que considera ser o seu dever e o que deseja para si, Paula tem de tomar a difícil decisão de se manter por perto o resto da vida ou caminhar em direcção aos seus sonhos…

Problemas abordados: Desenvolvimento da adolescência, autonomia versus dependência, dependência dos pais, surdez.

Soluções e ensinamentos: A importância dos laços afetivos.

Obs.: O filme está mais para sessão da tarde, com um roteiro de receita de filme para agradar a todos. Em geral, o público se emociona muito ao vê-lo. 

___________________________________________________________

Filme: Azul é a cor mais quente (2013).

Título original: La vie d’Adèle.

azul-c3a9-a-cor-mais-quente

Resumo da história: Adèle é uma garota de 17 anos que descobre, na cor azul dos cabelos de Emma, sua primeira paixão por outra mulher. A relação sofre alguns percalços que acompanham o amadurecimento e as frustrações de Adele.

Problemas abordados: Homossexualidade feminina, identidade de gênero, adolescência, frustrações, descobertas sexuais, baixa autoestima, baixa autoconfiança.

Soluções e ensinamentos: tolerância a frustração, desenvolvimento da autoestima, aceitação da homossexualidade.

Obs.: Dizem que nos bastidores o cineasta foi bastante coercitivo, principalmente nas cenas de sexo. E uma das atrizes ficou bastante decepcionada com o diretor porque se sentiu violentada. O filme tem muitas cenas de sexo explícito.

________________________________________________________

Filme: O pequeno príncipe (2015).

Título original: Le petit prince.

the-little-prince-movie

Resumo da história: Uma garota acaba de se mudar com a mãe, uma mulher extremamente controladora  que quer definir antecipadamente todos os passos da filha para que ela seja aprovada em uma escola conceituada. Entretanto, um acidente provocado por seu vizinho faz com que a hélice de um avião abra um enorme buraco em sua casa. Curiosa em saber como o objeto parou ali, ela decide investigar. Logo conhece e se torna amiga de seu novo vizinho, um senhor que lhe conta a história de um pequeno príncipe que vive em um asteroide com sua rosa e, um dia, encontrou um aviador perdido no deserto em plena Terra. O diretor coloca uma história dentro da história e adiciona uma reviravolta, na justificativa de precisar apresentar o personagem clássico para um novo público.

Problemas abordados: infância e fantasia, Relação conflituosa pais e filhos, literatura, controle coercitivo, comportamento governado por regras.

Soluções e ensinamentos: Comportamento sensível as contingências, repertório afetivo e a importância da amizade.

Obs.: Visualmente O Pequeno Príncipe é impecável, com sua mistura de estilos de animação  –  computação gráfica para “o mundo real” e stop motion para a “fantasia” – dando profundidade às diferentes camadas da história. O roteiro é muito bem entrelaçado com as histórias do filme e do livro.

___________________________________________________________________

Filme: O sal da terra (2014)

Título original: Le sel de la terre.

519885

Resumo da história: Em 40 anos de carreira, o fotógrafo Sebastião Salgado percorreu o mundo como testemunha de uma humanidade em plena transformação, registrando eventos de nossa história recente. Atualmente, dedica-se à descoberta de territórios virgens e suas grandes paisagens, ao encontro de uma fauna e de uma flora selvagens num gigantesco estudo fotográfico que contempla a beleza do planetaFotógrafo dos mais premiados e conhecidos do mundo, o brasileiro Sebastião Salgado é uma espécie de aventureiro-viajante do século 21. Um viajante com pauta social, no entanto, cujas lentes acompanharam sagas humanas como êxodos, migrações, secas, deslocamentos decorrentes de guerras e genocídios, registrados em séries a que ele dedica longos anos.

Problemas abordados: Orientação vocacional ou profissional, história de vida, profissões de risco, desigualdades sociais, vaidade humana, guerras e natureza

Soluções e ensinamentos: Ecologia e ambientalismo, estética, políticas públicas.

Obs.: No documentário “O Sal da Terra”, direção conjunta do premiado diretor alemão Wim Wenders e do brasileiro Juliano Ribeiro Salgado, filho de Sebastião. O documentário é um pouco parado e pode cansar um pouco ao vê-lo.

________________________________________________________________

Filme: Enquanto o sol não vem (2008).

Título original: Parlez moi de la pluie.

e3b308654143c1d8ebb472ebb0a9e6722b232

Resumo da história: O divertido (e profundo) “Parlez moi de la pluie” (“Enquanto o Sol não vem”, no quase adversativo título em Português), da diretora e protagonista Agnès Jaoui, com Jean Pierre Bacri e o impagável Jamel Debbouze (aquele que fez um egipiciozinho amalucado em “Asterix e Obelix: Missão Cleópatra”) é mais uma coletânea de tipos muito interessante.
A mulher forte, o homem fraco, a mulher fragilíssima, os imigrantes sempre rejeitados ou inferiorizados, o maconheiro velho, os filhos da nova geração, os adúlteros em geral, o senhor apaixonado, os políticos, os roceiros e tantos outros caracteres que rondam Paris, a Côte D’Azur e os Alpes Marítimos ou aqui a seu lado, na sua família…
O mundo está se globalizando: 
E para mim, fala também da esperança: não importa que chova, o Sol está lá atrás e vai voltar a nascer numa nova manhã!

Problemas abordados: Um filme francês a despeito das paisagens, casas de campo e cidades tão distintas e distantes, trás gentes distintas que podiam estar em qualquer canto do mundo.

Soluções e ensinamentos: Esperança e tolerância em lidar com a diferença.

Obs.: O filme é cansativo de assistir.

_________________________________________________________________

Filme: Lulu, nua e crua (2014).

Título original: Lulu femme nue.

Lulu-Nua-e-Crua1

Resumo da história: Após sair de uma entrevista de emprego, Lulu acaba decidindo, quase que ao acaso, não retornar para casa. Assim, após algumas desculpas evasivas por telefone, deixa o marido e os filhos sem mais notícias. Não existem planos, mas uma coisa parece certa: ela precisa de um tempo para repensar algumas coisas. Tímida e com um semblante delicado, a protagonista mostra-se errante e determinada, apesar de sua constante insegurança. Nos dias em que se entrega à liberdade, a personagem encara dificuldades, mas também encontra pessoas que tornarão sua jornada de autodescoberta ainda mais especial.

Problemas abordados: Controle coercitivo, inassertividade, insegurança, síndrome de Estocolmo.

Soluções e ensinamentos: Enfrentamento, autoconhecimento, contracontrole, assertividade, esperança, distanciamento para reflexão, sentimento de liberdade, desenvolvimento da autoestima e amizade.

Obs.: O roteiro do filme é maravilhoso.

_____________________________________________________________

Filme: O passado (2013).

Título original: Le passé.

Le_Passe_movie_poster_fbook

Resumo da história: É um drama familiar intenso sobre uma mulher, Marie, que recebe em sua casa, em Paris, a visita do ex-marido iraniano, Ahmad, que hoje mora em Teerã e que ela não vê há quatro anos. Ele retorna para que eles oficializem os papéis do divórcio. Marie agora mora com o marido, Samir, dono de uma lavanderia, e três filhos – dois de um casamento anterior a Ahmad e o terceiro é um menino filho de Samir. Uma tragédia assombra a família: a ex-mulher de Samir vive em coma após tentar se matar quando descobriu a nova relação do marido. Lucie, a filha mais velha, não aceita a situação e vive deprimida. Como em “A Separação” do mesmo diretor, esse ato do passado encobre alguns segredos que proporcionam boas reviravoltas na parte final.

Problemas abordados: O passado quando não bem entendido ou resolvido pode produzir mais problemas, atribuição de responsabilidade inadequada.

Soluções e ensinamentos: Autoconhecimento, atribuição correta de responsabilidade e busca por qualidade de vida.

Obs.: O diretor do filme é muito competente e no ano anterior deste longa ganhou o oscar de melhor filme com a película chamada “A separação”.

_______________

Filme: Crazy – louco de amor (2005).

Título original: (C.R.A.Z.Y.).

download

Resumo do filme: O filme se inicia em 25 de dezembro de 1960, quando Zachary Beaulieu vem ao mundo. É o quarto entre cinco irmãos, todos meninos, cujas iniciais formam a palavra crazy (louco). O filme acompanha os 20 primeiros anos da vida de Zachary. A infância é marcada pelos aniversários natalinos em que seu pai, invariavelmente, encerra a festa imitando Charles Aznavour. Sua a adolescência traz descoberta de uma sexualidade diferente e sua negação profunda para não decepcionar a família.

Problemas ou temas abordados: Sentimento de culpa, desenvolvimento, homossexualidade, hipocrisia social, práticas culturais sobre gênero inadequadas.

Soluções e ensinamentos: superação, enfrentamento, iniciativa, descoberta sexual, aceitação da orientação sexual, vínculo afetivo.

Obs.: É um filme canadense e é repleto de referências pops das décadas em que se passa (60, 70 e 80). Este filme tornou-se uma referência na luta dos homossexuais pela liberdade sexual no sentido de fazer a sociedade aceitar a orientação sexual de cada um.

______________________________________________

Filme: O escafandro e a borboleta (2007).

Título original: Le scaphandre et le papillon.

escafandro-e-borboleta-2

Resumo do filme: Editor da revista Elle francesa, Bauby sofreu um derrame cerebral e perdeu sua locomoção. Tirava seu sustento do mundo das aparências e de uma hora para outra seu corpo se tornou um constrangimento. Dentro desse “escafandro”, Bauby raciocinava normalmente, mas precisou aprender a se comunicar com o mundo de forma restrita. Mais exatamente, com o olho esquerdo. Piscar uma vez é “sim”, duas vezes é “não”. A história real de Jean-Dominic Bauby é diferente de outras tragédias por seu modelo de superação. Ele chegou a ditar um livro inteiro – as suas memórias, que dão nome ao filme – só de piscar.

Problemas ou temas abordados: Adaptação a uma realidade ímpar, imprevisibilidade e incontrolabilidade da vida.

Soluções e ensinamentos: superação, iniciativa, aceitação, vínculo afetivo.

Obs.: É um filme francamente mais poético e menos choroso do que seus pares de gênero, mas quem não gosta de direção pesada e lenta pode se incomodar com está película porque o cineasta descreve os sentimentos negativos que o protagonista passa e isso faz o expectador sentir. O que pode fazer muitas pessoas rejeitar este filme.

____________________________________________

Filme: Elles (2012).

Título original: Elles.

Elles_polonesaDança

Resumo do filme: Jornalista de uma grande revista voltada para o público feminino, Anne (Juliette Binoche) trabalha em uma matéria sobre a prostituição estudantil. Ela consegue os depoimentos de duas estudantes de Paris, Alicja (Joanna Kulig) e Charlotte (Anaïs Demoustier), que abrem suas vidas sem pudor ou vergonha. Tais confissões acabam ecoando no dia a dia de Anne e interferindo em seus relacionamentos pessoais.

Problemas ou temas abordados: prostituição estudantil (prática cultural), envolvimento amoroso, falta de qualidade no relacionamento amoroso, a prostituição enquanto prática que não desenvolve a autoestima.

Soluções e ensinamentos: conhecimento sobre a parte negativa da realidade da prostituição ou o fato de mostrar como a vida profissional das prostitutas pode contar com momentos belos e brutais, e que muitas vezes ocorrem quase que simultaneamente.

Obs.: Não se trata de um filme que se preocupa em fazer julgamentos. Não existem culpados e, muito menos, inocentes.

_________________________________________